Acessar o site
Atualidades Biologia ENEM

Aquecimento Global: O que temos a ver com isso?

Sendo um dos fenômenos climáticos mais importantes e comentados na atualidade, o aquecimento global é uma realidade cada vez mais intensa. Mas afinal, você sabe o que é?

Autor Representação de uma pessoa Matheus Data Representação de um calendário 07/05/2019 Tempo Representação de um relógio 5min  de leitura

Certamente aquecimento global é um dos assuntos mais comentados nas notícias, além de ser comum nos vestibulares e ENEM. Contudo, esse assunto gera muitas dúvidas em toda a população, especialmente sobre nosso impacto nesse fenômeno. Então vem com a gente, que trouxemos alguns conceitos e explicações, para você não errar nunca mais!

Efeito Estufa

Para entendermos como funciona o aquecimento do planeta, vamos diminuir a escala e pensar analogamente em uma estufa convencional de plantas. Essa é composta por um local fechado com vidros e obviamente uma rica diversidade de vegetais. Pelo processo natural, essas plantas irão fazer fotossíntese, respirar e consumir água, sendo que esta última acabará evaporando e eventualmente, voltando a seu estado líquido de noite. Até aqui sem nenhuma novidade.

Quando a radiação solar atravessa o vidro dessa estufa, ela interage com todas as moléculas, transferindo-as em energia que será liberada ao longo do tempo. Ou em outras palavras, os gases presentes na estufa irão manter o ambiente quente durante um longo período. Como resultado da manutenção de altas temperaturas, as plantas e animais presentes nesse ambiente conseguem sobreviver e crescer.

No caso do nosso planeta, nossa atmosfera tem a função do vidro e as plantas e os gases da estufa representam…. Elas mesmo, no caso. Esse processo natural é chamado de Efeito Estufa, e inegavelmente é fundamental para a vida como conhecemos. Só para você ter uma ideia, caso esse fenômeno não existisse, a temperatura média da Terra seria de -18ºC!

Aquecimento global

Tendo isso explicado, podemos finalmente tratar sobre o aquecimento global. Primeiramente, é importante ressaltar que ao longo dos bilhões de anos de história do nosso planeta, os movimentos de resfriamento e aquecimento global ocorreram diversas vezes de forma cíclica e por centenas de motivos diferentes.

A última glaciação – ou seja, um período de baixas temperaturas – finalizou aproximadamente há 12 mil anos. A partir desse momento as temperaturas médias do planeta começaram a subir lentamente no processo que conhecemos como aquecimento global.

O desmatamento e a mineração são atividades que contribuem muito para o aquecimento global

Esse ritmo de elevação das temperaturas se manteve constante em todo período até a revolução industrial no século XVIII. Logo após esse momento da história, é possível ver o início de um aumento exponencial na velocidade de aquecimento, sendo cada vez mais rápida e com mais dados comprovando.

Por isso, é consenso na comunidade científica da certeza que nós estamos influenciando diretamente a velocidade do aquecimento global.

Nossa parcela de culpa

Inegavelmente sabemos da nossa grande parte de responsabilidade nas mudanças climáticas. Essas estão relacionadas diretamente com a emissão dos gases do efeito estufa, como o Carbônico (CO2) e o Metano (CH4).

Alguns dos exemplos mais bem estudados e cobrados nos vestibulares- fica a dica! – é sem dúvida a emissão de poluentes pela queima de combustíveis fósseis; a liberação de Metano pelos gases de bovinos e o desmatamento das florestas, diminuindo a captação de carbono pela fotossíntese.

Essas elevações de temperatura acabam modificando os ambientes e causando problemas na flora e fauna, como o branqueamento dos corais, por exemplo. Com uma menor biodiversidade, outros problemas mundiais vão sendo gerados, ocorrendo uma cascata de impactos ambientais.

Desafios futuros

Devido a uma onda de desinformação e negação da ciência, diversas pessoas influentes no mundo começaram a questionar a necessidade do Protocolo de Kyoto e outras medidas para diminuir nosso impacto no ambiente. Ao mesmo tempo, diversos países vêm intensificando os esforços para reduzir a emissão de gases do efeito estufa.

O urso polar é uma das grandes vítimas do aquecimento global

Por ser um problema global, todos os seres humanos devem contribuir para diminuir os seus impactos, mudando pequenos hábitos diários. Alguns exemplos que podemos fazer são: a diminuição do consumo de plástico, utilizar menos combustíveis fósseis e até comer menos carne. A mudança começa por você!

Quer saber mais e se dar bem na prova de Ciências da Natureza do ENEM? Então inscreva-se no nosso Curso Gratuito Semana Feras do ENEM e se ligue nos nossos conteúdos exclusivos!

PALAVRAS-CHAVES: Aquecimento Global Efeito Estufa gás carbônico Poluição Protocolo de Kyoto radiação solar